David Yates

Dados Pessoais

Nome completo: David Yates
Data de nascimento: 1963
Natural de: Merseyside, Inglaterra
Notí­cias relacionadas: Todas as notí­cias do Potterish relacionadas a este diretor, você encontra aqui.

 

David Yates

Biografia

David Yates é diretor de filme e televisão. Trabalhou extensivamente na televisão britânica, principalmente para a BBC, tendo um alto-perfil em projetos dramáticos como “When I Was a Girl” (1991), “The Sins” (2000), “The Way We Live Now” (2001), “Paul Abbott’s State of Play” (2003), “The Young Visiters” (2003), “Sex Traffic” (2004) e “Richard Curtis’s The Girl in the Café” (2005).Yates cursou a Escola Nacional de Filme e Televisão em Beaconsfield. Ele recebeu uma grande tarefa há dois anos atrás, dirigir o quinto filme da série Potter, que já está em pós-produção.

David Yates

Filmografia

2010/2011 – Harry Potter e as Relíquias da Morte – Diretor (confirmado)
2008 – Harry Potter e o Enigma do Príncipe – Diretor (produção)
2007 – Harry Potter e a Ordem da Fênix – Diretor
2005 – The Girl in the Café – Diretor
2004 – Sex Traffic – Diretor
2003 – The Young Visiters – Diretor
2003 – State of Play (os 6 episódios) – Diretor
2002 – Rank – Diretor
2001 – The Way We Live Now – Diretor
2000 – The Sins – Produtor associado
1998 – The Tichborne Claimant – Diretor
1996 – Punch – Diretor
1995 – The Bill (os 5 episódios) – Diretor
1994 – BBC Moving Pictures – Diretor
1992 – Good Lucks – Diretor
1991 – Orange and Lemons – Diretor
1991 – The Weaver’s Wife – Diretor
1988 – When I Was A Girl – Diretor e produtor

David Yates

Entrevistas

“Há um principio realmente interessante no coração dessa história,” diz Yates, em uma entrevista exclusiva para a NEWSWEEK. “O Ministério é um regime autoritário burocrático tentando impor uma doutrina fundamental nessa escola liberal e maluca. O Ministério não é muito bom em aceitar a beleza das diferenças. Tudo tem que se ajustar em uma caixa, e se não couber, deve ser removido. A coisa maravilhosa que essa história diz às crianças é que é OK ser diferente.”
[Continua]
Newsweek

“Uma das coisas que fizemos, e isso soa meio intenso para um filme de família, é que trouxemos uma conselheira de perda para falar conosco sobre como Harry Potter lidou por ser testemunha da morte de Cedrico [Diggory]. Essa mulher veio para falar com nós dois sobre como as pessoas lidam com experiências um tanto emocionalmente intensas e perturbadoras.”
[Continua]
Por Edward Gross para o GeekMonthly

Para ler mais entrevistas do David Yates, clique aqui.

David Yates

Citações do diretor

Sobre a Ordem da Fênix:

  • “O livro é imenso, mas é na verdade facilmente destilado! Sendo assim, eu já filmei um filme de provavelmente mais de três horas, então terei que cortar 45 minutos na edição.”

  • “Foi interessante receber o telefonema. Eu nunca me consideraria um óbvio candidato. E [o quinto] é provavelmente o mais emotivo de todos os livros. Enquanto eu lia o livro, de repente, eu me conectei com o tipo de coisa pela qual eu sempre sentia tração.”

  • “A professora Umbridge é bastante destruida como pessoa. Ela basicamente abusa de Harry e o coloca nesta horrí­vel detenção. É um abuso terrí­vel.”

  • “O elenco está crescendo, filme a filme, assim como o público. Isso que é bonito em Harry Potter. Nossa história é a mais emocionalmente complexa da série, de longe. [Ordem da Fênix] tem todas as explosões e apitos mágicos. Temos centauros, meio homens e meio cavalos. O bebê gigante malcriado e meio irmão de Hagrid, Grope. E alguns belos e hipnóticos testrálios que só podem ser vistos pela pessoa que já viu alguém morrer.”

  • “Algumas vezes, demora-se na introdução apenas um pouco mais. Há uma doce sensação por deixar o filme correr enquanto o público se sente feliz, querendo saber cada vez mais. Alcançar essa doce sensação custa muita diciplina. Você só tem que deixar as coisas acontecerem, às vezes. É maravilhoso como você pensa que nunca viverá sem determinada cena ou momento, quando na verdade, o filme ficará melhor sem ele.”

  • “Eu vou fazer o Enigma do Prí­ncipe, e vou fazê-lo porque eu amo o universo, eu amo os personagens” , disse em uma entrevista o diretor ganhador de dois BAFTA TV Award (Melhor Série de Drama, por Sex Traffic e The Way We Live Now). “Eu acho que tenho mais trabalho [a fazer] com esse mundo e esses personagens.”

  • “Eu fiz uma espécie de tom em transformação com o quinto filme, que eu quero continuar a desenvolver dentro do sexto filme” , disse Yates. “E eu posso ver a quinta história envolvida até a sexta história de uma maneira realmente interessante. Então eu estou nessa jornada com esse material e esse universo, e eu estou preparado para completá-lo.”

David Yates

Prêmios e Indicações

  • Vencedor do BAFTA TV Award – Melhor Drama por “Sex Traffic” (2005).

  • Indicado ao BAFTA TV Award – Melhor Drama por “State of Play” (2003).

  • Indicado ao BAFTA Film Award – Melhor Curta Metragem por “Rank” (2002).

  • Indicado ao BAFTA TV Award – Melhor Drama por “The Way We Live Now” (2001).

  • Indicado ao BAFTA TV Award – Melhor Programa de Ficção por “State of Play” (2003).

  • Indicado ao Emmy Awards – por “The Girl in the Café” (2005).

  • Indicado ao Gemini Awards – por “Sex Traffic” (2004).

David Yates

Curiosidades

  • Seus diretores favoritos são David Lean, Ken Loach e Martin Scorsese.

David Yates

Fontes

IMDb
WikipediA ENG