Sete Dias com Marilyn – Crítica por David Denby – 28/11/2011

SETE DIAS COM MARILYN
Viagens fantásticas

The New Yorker ~ David Denby
28 de novembro de 2011
Tradução: Renan Lazzarin

O sorriso não é tão largo, o busto não é tão grande, nem a carne, tão palpável como aquela que levava todos à loucura, mas, sim, Michelle Williams consegue interpretar Marilyn Monroe. Em Sete Dias com Marilyn, Williams dá vida à estrela. Ela tem os trejeitos de Marilyn ao caminhar, a leveza e movimento do pescoço, o rosto que responde a tudo como uma flor balançando à brisa. E o mais importante: ela tem a doçura sexual e o olhar perdido e doído que se transforma, num átimo, em resistência e lágrimas.

Essa charmosa e tocante produção anglo-americana escrita por Adrian Hodges e dirigida por Simon Curtis, é baseada em dois livros de memórias de Colin Clark (Eddie Redmayne), um jovem rapaz bem relacionado que, em 1956, tornou-se o assistente de Laurence Olivier (Kenneth Branagh) enquanto este dirigia e atuava na versão fílmica duma comédia teatral de Terence Rattigan. O filme se chamava O Príncipe Encantado — um romance ruritânico¹, hoje completamente esquecido, no qual Olivier, caracterizado por um forte sotaque da Europa oriental e um monóculo, se apaixona por uma entertainer despreparada interpretada por Monroe.

Dentre outras coisas, Marilyn é uma impressionada e impressionante exposição da luta entre duas formas de vida: o professionalismo duro dos veteranos do teatro britânico (chegue na hora, saiba suas falas e finja) e o estilo do Método², preferido pelos americanos, cujas emoções baseavam-se em traumas ou prazeres da vida do próprio ator. Paula Strasberg — esposa de Lee e guru da atuação de Monroe quando em Nova Iorque — acompanha Marilyn a Londres e está sempre no set, falando-lhe ao ouvido (“Pense naquilo de que você gosta… Frank Sinatra. Coca-Cola”) e se metendo no caminho de olivier.

Branagh criou certa papa na meia idade, mas sua aparência é satisfatoriamente próxima à de Olivier. O ator conseguiu dominar a graciosidade elegantemente formulada e retumbante indignação. Tudo em Monroe exaspera Olivier. Mesmo sabendo que ela não é uma atriz na concepção normal do termo, ele inveja sua intimidade com a câmera e quer exibi-la. Mas ela não tem jeito: aparece no set com horas de atraso, erra as falas e só escuta o que quer. Ela está tão alerta a qualquer possível rejeição que mal consegue ir a lugar algum.

Perdida, Monroe precisa de um amigo, e o jovem Colin, atrapalhado, mas persistente, aparece de vez em quando no seu camarim. Num dado momento, vão ao interior para traquinar. Eddie Redmayne alcança um jeito virginal, uma admiração bobona quando a mulher mais famosa tira as roupas na sua frente e pula num rio congelante. Imagine nadar nu com Marilyn Monroe! Monroe brinca com ele, ganha sua obediência, mas se desmancha, e ele tenta, como muitos outros antes e depois dele, cuidar dela.

O toque da produção é um bocadinho acanhado: Monroe podia ser tão forte e desagradável quanto era gentil, mas não vemos esse lado seu. Sete Dias com Marilyn, em essência, preserva o ponto de vista dum garoto atônito. É um filme hábil, intencionalmente menor, embora quando Monroe, se dopando com tudo o que estivesse à mão, deita-se, confusa e infeliz, haja sugestões depressivas da conclusão ainda por vir.

Notas do tradutor:
¹ Romance ruritânico: narrativa situada num país fictício, geralmente na Europa centro-oriental, como a Ruritânia, que dá nome ao gênero.
² Método: técnica de interpretação desenvolvida por Elia Kazan, Robert Lewis e Lee Strasberg seguindo os preceitos propostos por Stanislavski baseada na necessidade de o ator entrar no espírito do personagem, criando em si mesmo as emoções e pensamentos do personagem.



 
 
 
 
 
 
Livros HP
  Livro 1
  Livro 2
  Livro 3
  Livro 4
  Livro 5
  Livro 6
  Livro 7
  Outros Livros e Relatos
 
  Animais Fantásticos e Onde Habitam
  Quadribol Através dos Séculos
  Os Contos de Beedle, o Bardo
  Prefácio dos Marotos
  Enciclopédia
  Extras
 
 
  Morte Súbita
   Minissérie da BBC
  Série Cormoran Strike
   O Chamado do Cuco
   O Bicho-da-seda
  J.K. Rowling
  Lia Wyler
  Mary GrandPré
 
Filmes HP
  Filme 1
  Filme 2
  Filme 3
  Filme 4
  Filme 5
  Filme 6
  Filme 7
 
  Parte I
  Parte II
  Animais Fantásticos e Onde Habitam
  Outros Filmes/Trabalhos
 
  Alice no País das Maravilhas
  Cherrybomb
  O Corajoso Ratinho Despereaux
  Equus
  Dançando para a Vida
  How to Succeed in Business
  JK Rowling "Um Ano na Vida"
  Lições de Vida
  Matador em Perigo
  My Boy Jack
  Sete Dias com Marilyn
  Sweeney Todd
  Um Verão Para Toda Vida
  Elenco  
 
  Daniel Radcliffe  
  Emma Watson  
  Rupert Grint  
  Tom Felton  
  Lista Completa... +50 atores  
  Equipe Técnica  
 
  Alfonso Cuarón
  Chris Columbus
  David Heyman
  David Yates
  Mike Newell
  Steve Kloves
  Lista Completa...
 
Pottermore
 
Harry Potter: A Exposição
 
O Mundo Mágico de Harry Potter - Hogsmeade
 
O Mundo Mágico de Harry Potter - Beco Diagonal
 
Warner Bros Studio Tour London
 
Entrevistas JKR... +350 textos
 Por Ano
  Destaques JKR.com
  Não datadas
  1997
  1998
  1999
  2000
  2001
  2002
  2003
  2004
  2005
  2006
  2007
  2008
  2009
  2010
  2011
  2012
  2013
  2014
 Por Assunto
  Personagens
  Lugares
  Mundo Bruxo
  Livros & Cia
  Jo
  Boatos e Rumores
 
JKRowling.com
  Aniversário de Personagens
  Bruxo do Mês
  Biografia
  Diário
  Fan Sites
  Vista Gadget
  FAQ
 
  Sobre os Livros
  Sobre JKR
  Outras Coisas
  Enquetes?
  Informações Extra  
 
  Miscelânia
  Personagens
  Edições
  Itens Secretos  
  Links  
  Lixeira
  Novidades  
  Rumores  
  ? (Porta Secreta)  
  W.O.M.B.A.T  
 
EmmaWatsonOfficial.com
  Emma
 
  Sobre Emma
  Fotos e Favoritos
  FAQ's
  Prêmios
  Carreira
  Notícias
  Mídia
  e.m.s.
  UNICEF
  Minha Página
 
  Downloads
  Links
 
 
 
 
Legal Notice:
Harry Potter é propriedade de J.K. Rowling, Warner, Bloomsbury, Scholastic e Rocco. Este é apenas um fansite que publica informações para fãs. Os videos são propriedades dos respectivos canais.
All contents of JKRowling.com and EmmaWatsonOfficial.com is created by LightMaker.
Potterish.com - versão 4.0. Copyright © 2002 - 2014

Powered by WordPress.