Sweeney Todd – Crítica por Cine Players – 07/02/2008

SWEENEY TODD
Espetáculo para os olhos, mas não tanto para os ouvidos

Cine Players ~ Rodrigo Rosp
10 de fevereiro de 2008

Sweeney Todd é um musical, e, portanto altamente recomendado apenas para os fãs do gênero. Ou talvez para aqueles que o suportem. Pois é musical mesmo, daqueles em que o cara canta uma música inteira só para pedir uma cerveja. Ok, se você é fã de musicais sabe bem o que é isso – e, não, no filme, ele não canta uma música para pedir uma cerveja, foi só um exemplo. Mas ele canta muito. Ela canta, eles cantam. Toda a conjugação do verbo cantar está presente. Até uma criança canta. Sei que isso pode parecer preconceito, sei que pode até ser preconceito. Mas a pergunta que deixo no ar é: seria realmente necessário que Sweeney Todd fosse um musical?

A história contada no filme é bastante simples: um barbeiro, que havia sido afastado de sua mulher e filha e mandado à prisão injustamente por um juiz inescrupuloso, volta para buscar vingança implacável. Para isso, ele se associa a uma estranha fazedora de tortas e conta com a ajuda (ou não) de um marinheiro interessado na filha (que já cresceu, depois de ter sido criada pelo juiz).

Na primeira parte, a produção se mostra um musical, cheio de músicas – agradáveis, mas meio parecidas, o que dá a sensação de falta de movimento. Se o espectador conseguir superar esse momento de dificuldade, vai encontrar muita coisa boa. Afinal, quando a história passa a andar, e a personalidade do barbeiro começa a ser revelada, tudo fica muito interessante. Claro que ainda há músicas aqui e ali, mas mais sutis e mais relevantes à trama, que se revela agradável e consegue prender a atenção.

Merecem destaque as atuações da maior parte do elenco. O par central (Johnny Depp e Helena Bonham Carter), sempre com as feições pálidas e olhar fantasmagórico, brilha e oferece veracidade aos seus personagens. Outro nome que surge bem na tela é de Sacha Baron Cohen, que surpreende ao se mostrar livre do rótulo de Borat e apresenta naturalidade em um papel, ainda que pequeno, instigante. Tudo isso se deve à mão de Tim Burton, experiente na direção de atores; mas a mais marcante característica do diretor é outra, que se torna destaque em Sweeney Todd.

O grande mérito do filme é a composição visual. A direção de arte é primorosa, e serve como peça fundamental para que o espectador entre na história, ou melhor, entre no clima da história. Em contrapartida a tudo que há de escuro e preto e cinza, surge um vermelho vivo cada vez que jorra sangue. O efeito visual que isso causa é ótimo, e quebra uma eventual obviedade que pudesse tomar conta – além disso, alia-se ao fato de, num musical aparentemente ingênuo (como costumam ser, muitas vezes, os musicais), haver um barbeiro cruel, um anti-herói que se revela aos poucos. Esse vermelho vivo que salta aos olhos causa a mesma sensação de deslocamento que causa o personagem principal, e isso, sem dúvida, enriquece a produção.

No fim, a experiência de assistir a Sweeney Todd é ótima. Mas aquela pergunta volta a aparecer: e se não fosse um musical? E se adaptassem a boa história do musical da Broadway… para um filme sem músicas, contado através de diálogos normais? Se fossem mantidos o excelente cuidado visual e as boas atuações, é possível que resultasse um filme ainda melhor – quem sabe, mais visceral ainda? Não foi, no entanto, a decisão escolhida, e o Sweeney Todd que podemos ver é esse espetáculo delicioso para os olhos – e nem tanto para os ouvidos.



 
 
 
 
 
 
Livros HP
  Livro 1
  Livro 2
  Livro 3
  Livro 4
  Livro 5
  Livro 6
  Livro 7
  Outros Livros e Relatos
 
  Animais Fantásticos e Onde Habitam
  Quadribol Através dos Séculos
  Os Contos de Beedle, o Bardo
  Prefácio dos Marotos
  Enciclopédia
  Extras
 
 
  Morte Súbita
   Minissérie da BBC
  Série Cormoran Strike
   O Chamado do Cuco
   O Bicho-da-seda
  J.K. Rowling
  Lia Wyler
  Mary GrandPré
 
Filmes HP
  Filme 1
  Filme 2
  Filme 3
  Filme 4
  Filme 5
  Filme 6
  Filme 7
 
  Parte I
  Parte II
  Animais Fantásticos e Onde Habitam
  Outros Filmes/Trabalhos
 
  Alice no País das Maravilhas
  Cherrybomb
  O Corajoso Ratinho Despereaux
  Equus
  Dançando para a Vida
  How to Succeed in Business
  JK Rowling "Um Ano na Vida"
  Lições de Vida
  Matador em Perigo
  My Boy Jack
  Sete Dias com Marilyn
  Sweeney Todd
  Um Verão Para Toda Vida
  Elenco  
 
  Daniel Radcliffe  
  Emma Watson  
  Rupert Grint  
  Tom Felton  
  Lista Completa... +50 atores  
  Equipe Técnica  
 
  Alfonso Cuarón
  Chris Columbus
  David Heyman
  David Yates
  Mike Newell
  Steve Kloves
  Lista Completa...
 
Pottermore
 
Harry Potter: A Exposição
 
O Mundo Mágico de Harry Potter - Hogsmeade
 
O Mundo Mágico de Harry Potter - Beco Diagonal
 
Warner Bros Studio Tour London
 
Entrevistas JKR... +350 textos
 Por Ano
  Destaques JKR.com
  Não datadas
  1997
  1998
  1999
  2000
  2001
  2002
  2003
  2004
  2005
  2006
  2007
  2008
  2009
  2010
  2011
  2012
  2013
  2014
 Por Assunto
  Personagens
  Lugares
  Mundo Bruxo
  Livros & Cia
  Jo
  Boatos e Rumores
 
JKRowling.com
  Aniversário de Personagens
  Bruxo do Mês
  Biografia
  Diário
  Fan Sites
  Vista Gadget
  FAQ
 
  Sobre os Livros
  Sobre JKR
  Outras Coisas
  Enquetes?
  Informações Extra  
 
  Miscelânia
  Personagens
  Edições
  Itens Secretos  
  Links  
  Lixeira
  Novidades  
  Rumores  
  ? (Porta Secreta)  
  W.O.M.B.A.T  
 
EmmaWatsonOfficial.com
  Emma
 
  Sobre Emma
  Fotos e Favoritos
  FAQ's
  Prêmios
  Carreira
  Notícias
  Mídia
  e.m.s.
  UNICEF
  Minha Página
 
  Downloads
  Links
 
 
 
 
Legal Notice:
Harry Potter é propriedade de J.K. Rowling, Warner, Bloomsbury, Scholastic e Rocco. Este é apenas um fansite que publica informações para fãs. Os videos são propriedades dos respectivos canais.
All contents of JKRowling.com and EmmaWatsonOfficial.com is created by LightMaker.
Potterish.com - versão 4.0. Copyright © 2002 - 2014

Powered by WordPress.